Champagne e Supernovas: um livro para ler

marc

Recomendo a leitura de um livro recentemente lançado no Brasil chamado Champagne Supernovas, por Maureen Callahan, editora e escritora especializada em cultura pop e moda que trabalhou para o New York Post e já escreveu para New York Magazine, Vanity Fair entre outras mídias.

O livro aborda “a história da moda na década de 1990, narrada a partir de três dos seus maiores ícones: Kate Moss, Marc Jacobs e Alexander McQueen – personalidades fortes e únicas que redefiniram os significados de conceito e tendências.” (trecho retirado da orelha do livro)

Eu ainda não comecei a ler, mas resolvi colocar no topo da lista dos livros que desejo ler e vou começar ainda hoje, pois, assim que vi no programa Estilo Arte1, no canal Arte1, uma matéria sobre o livro, e depois encontrei numa livraria e comecei a folhear, percebi que o livro é muito, muito interessante e tem tudo para ser ótimo. A década de 90 foi bem intensa na área da moda, tenho também um carinho nostálgico pela década (com minha infância e pré-adolescência), sem falar que estou curiosa para ouvir as histórias desses três ícones da moda. Mesmo com a morte prematura do estilista Alexander McQueen, ele ainda é uma forte presença na moda e sempre será um ícone para a moda, pois o seu legado na criação é valiosíssimo. Kate Moss, modelo, mesmo “aposentada” e relegada a um segundo plano depois dos escândalos com drogas pesadas, permanece como sendo um ícone no mundo da moda, sem falar que fez parte de uma transformação de tipos de modelos a serem escolhidas para os desfiles e editoriais – meninas magérrimas, com sardas, dentes tortos etc – indo totalmente ao contrário das modelos Cindy Crawford e Linda Evangelista, por exemplo, que faziam sucesso durante as décadas de 80 & 90, tinham curvas acentuadas, pele saudável, dentes e cabelos perfeitos: eram consideradas as supermodels. Marc Jacobs é quem realmente está firme e forte na área: é um estilista ativo, tem a sua própria marca (Marc Jacobs e Marc by Marc Jacobs), foi estilista da marca Louis Vuitton até recentemente (de 1997 até 2014) e participa de semanas de moda (a semana de moda de NYC está para começar nessa semana e sua marca está com presença confirmada).

O documentário ao qual me referi anteriormente ainda não está disponível no site do canal Arte1, mas recomendo vocês darem uma olhada no site nos próximos dias e/ou rever o programa em horário alternativo. Contudo, nesse meio tempo, encontrei uma matéria/vídeo de um colunista da revista Veja, o Mário Mendes, comentando sobre o livro, vale a pena assistir:

ASSISTA AQUI

0 Comentário

ENVIE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado *

Comentário *




Efetue o cálculo abaixo para continuar:
Preencha o resultado do cálculo novamente