China – Through the Looking Glass

IMG_6112

Todos os anos o Metropolitan Museum of Arte e a revista Vogue de Nova York se juntam para criar uma mega produção para as exposições de moda a nível mundial. Este ano, a exposição, devido à sua natureza e riqueza histórica, assumiu maiores proporções e tomou conta de todo o segundo andar do museu em vez de ser apresentada, como em anos anteriores, na sala do Costume Institute. Centenas de vestidos de inspiração oriental desde anos mais remotos até à atualidade expostos em cenários de inspiração oriental.

Esta exposição explora o impacto da estética chinesa na moda ocidental e como a China tem alimentado a imaginação da moda durante séculos. Nesta colaboração entre The Costume Institute e do Departamento de Arte Asiática, a alta moda é justaposta com trajes chineses, pinturas, porcelanas e outras artes, incluindo filmes, para revelar a encantadora reflexões de imagens chinesas.
Desde os primórdios do contato Europeu com a China, no século XVI, o Ocidente tem sido encantado com objetos enigmáticos e imagens do Oriente, fonte de inspiração para designers de moda como Paul Poiret para Yves Saint Laurent, cuja a moda são infundidas em cada turno com romance , nostalgia e faz de conta. A exposição apresenta mais de 140 exemplos de alta costura e vanguarda, ao lado da arte chinesa.

A exposição China Through the Looking Glass quebrou o recorde de visitação estabelecido em 2011 pela mostra Alexander McQueen: Savage Beauty. Eu fui ver essa exposição no dia do meu niver (29/07) e fiquei apaixonada, como meu blog estava fora do ar passando por uma reformulação, hoje eu trago um pouco do que fotografei por lá. A exposição terminou no início desse mês (07/09/15).

IMG_6108 IMG_6144 IMG_6146 IMG_6156 IMG_6157 IMG_6164 IMG_6166 IMG_6173 IMG_6191

Deixe nos comentários o que você quer saber de Nova York!

0 Comentário

ENVIE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado *

Comentário *




Efetue o cálculo abaixo para continuar:
Preencha o resultado do cálculo novamente